Magazine Luiza

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Lista de indicados ao Oscar 2016 - Ficha completa, sites oficiais e Trailers dos 8 candidatos a melhor filme!

Site oficial do Oscar: http://www.oscars.org/
termometro do óscar: http://www.termometrooscar.com/  

Foi dado a lagarda para o Oscar 2016, saindo a lista de indicados.
O dia será 28 de fevereiro.
Se quiser acompanhar a cerimônia e entender as piadas ao mesmo tempo são esses os filmes que você deve assistir até lá...


Confira a lista de indicados:
Melhor filme
"A grande aposta"
"Ponte dos espiões"
"Brooklyn"
"Mad Max"
"Perdido em Marte"
"O regresso"
"O quarto de Jack"
"Spotlight"
Melhor ator
Bryan Cranston ("Trumbo")
Matt Damon ("Perdido em marte")
Leonardo DiCaprio ("O regresso")
Michael Fassbender ("Steve Jobs")
Eddie Redmayne ("A garota dinamarquesa")
Melhor atriz
Cate Blanchett ("Carol")
Brie Larson ("O quarto de Jack")
Jennifer Lawrence (“Joy”)
Charlotte Rampling (“45 anos”)
Saoirse Ronan ("Brooklyn")
Nomeados ao Oscar 2016 de melhor ator: Bryan Cranston ('Trumbo'), Matt Damon ('Perdido em Marte'), Michael Fassbender ('Jobs'), Eddie Redmayne ('A Garota Dinamarquesa'), e Leonardo DiCaprio ('O Regresso') (Foto: Reuters)Indicados ao Oscar de ator: Bryan Cranston ('Trumbo'), Matt Damon ('Perdido em Marte'), Michael Fassbender ('Jobs'), Eddie Redmayne ('A Garota Dinamarquesa'), e Leonardo DiCaprio ('O Regresso') (Foto: Reuters)
Nomeadas ao Oscar 2016 de melhor atriz: Brie Larson ('O Quarto de Jack'), Saoirse Ronan ('Brooklyn'), Charlotte Rampling ('45 Anos'), Jennifer Lawrence ('Joy'), Cate Blanchett ('Carol'). (Foto: Reuters)Indicadas ao Oscar 2016 de melhor atriz: Brie Larson ('O Quarto de Jack'), Saoirse Ronan ('Brooklyn'), Charlotte Rampling ('45 Anos'), Jennifer Lawrence ('Joy'), Cate Blanchett ('Carol'). (Foto: Reuters)

Melhor diretor
Alejandro G. Iñárritu ("O regresso")
Tom McCarthy ("Spotlight")
George Miller ("Mad Max: A estrada da fúria")
Adam McKay ("A grande aposta")
Lenny Abrahamson ("O quarto de Jack")
Melhor animação
"Anomalisa"
"O menino e o mundo"
"Divertida mente"
"Shaun, o carneiro"
"Quando estou com Marnie"
Melhor filme estrangeiro
"Embrace of the Serpent" (Colômbia)
"Cinco graças" (França)
"O filho de Saul" (Hungria)
"Theeb" (Jordânia)
"A war" (Dinamarca)
Melhor trilha sonora
"Ponte dos espiões"
"Carol"
"Os 8 odiados"
"Sicario"
"Star Wars"
Melhor roteiro adaptado
"A grande aposta"
"Brooklyn"
"Carol"
"Perdido em Marte"
"O quarto de Jack"
Melhor roteiro original
"Ponte dos espiões"
"Ex Machina"
"Divertida mente"
"Spotlight"
"Straight Outta Compton"
Melhor design de produção
"Ponte dos espiões"
"A garota dinamarquesa"
"Mad Max"
"Perdido em Marte"
"O regresso"
Melhor fotografia
"Carol"
"Os oito odiados"
"Mad Max"
"O regresso"
"Sicario"
Melhor figurino
"Carol"
"Cinderela"
"A garota dinamarquesa"
"Mad Max"
"O regresso"
Melhores efeitos visuais
"Ex Machina"
"Mad Max"
"Perdido em Marte"
"O regresso"
"Star Wars"
Melhor montagem
"A grande aposta"
"Mad Max"
"O regresso"
"Spotlight"
"Star Wars"
Melhor atriz coadjuvante
Jennifer Jason Leigh
Rooney Mara
Rachel McAdams
Alicia Vikander
Kate Winslet
Melhor ator coadjuvante
Christian Bale
Tom Hardy
Mark Ruffalo
Mark Rylance
Sylvester Stallone
Os nomeados a melhor ator coadjuvante do Oscar 2016: Mark Rylance ('Ponte de Espiões'), Christian Bale ('A Grande Aposta'), Tom Hardy ('Mad Max'), Sylvester Stallone ('Creed') e Mark Ruffalo ('Spotlight'). (Foto: Reuters)Indicados a ator coadjuvante do Oscar 2016: Mark Rylance ('Ponte de Espiões'), Christian Bale ('A Grande Aposta'), Tom Hardy ('Mad Max'), Sylvester Stallone ('Creed') e Mark Ruffalo ('Spotlight'). (Foto: Reuters)
Nomeadas a melhor atriz coadjuvante do Oscar 2016: Alicia Vikander ('Ex-Machina'), Rachel McAdams ('Spotlight'), Rooney Mara ('Carol'), Kate Winslet ('Jobs') e Jennifer Jason Leigh ('Os Oito Odiados'). (Foto: Reuters)Indicadas a atriz coadjuvante do Oscar 2016: Alicia Vikander ('Ex-Machina'), Rachel McAdams ('Spotlight'), Rooney Mara ('Carol'), Kate Winslet ('Jobs') e Jennifer Jason Leigh ('Os Oito Odiados'). (Foto: Reuters)
Melhor edição de som
"Mad Max"
"Perdido em Marte"
"O regresso"
"Sicario"
"Star Wars"
Melhor mixagem de som
"Ponte dos espiões"
"Mad Max"
"Perdido em Marte"
"O regresso"
"Star Wars"
Melhor curta de animação
"Bear Story"
"Prologue"
"Sanjay's Super Team"
"We can't live without Cosmos"
"World of tomorrow"
Melhor curta de live action
"Ave Maria"
"Day one"
"Everything will be okay (Alles Wird Gut)"
"Shok"
"Stutterer"
Melhor cabelo e maquiagem
"Mad Max"
"The 100-year-old man who climbed out the window and disappeared"
"O regresso"
Melhor documentário
"Amy"
"Cartel Land"
"The look of silence"
"What happened, Miss Simone?"
"Winter on fire: Ukraine's Fight for Freedom"
Melhor documentário de curta-metragem
"Body team 12"
"Chau, beyond the lines"
"Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah"
"A Girl in the River: The Price of forgiveness"
"Last day of freedom"
Melhor canção original
"Earned it", The Weeknd ("Cinquenta tons de cinza")
"Manta Ray", J. Ralph & Antony ("Racing extinction")
"Simple song #3", Sumi Jo e Viktoria Mullova ("Youth")
"Writing's on the wall", Sam Smith ("007 contra Spectre")
"Til it happens to you", Lady Gaga ("The hunting ground")
Os diretores Guilhermo del Toro e Ang Lee apresentam alguns dos nomeados ao Oscar 2016. (Foto: Reprodução)
Os diretores Guilhermo del Toro e Ang Lee apresentam indicados ao Oscar 2016 (Foto: Reprodução)
Detalhes dos concorrentes a melhor filme:

A Grande Aposta
SINOPSE: Michael Burry (Christian Bale) é o dono de uma empresa de médio porte, que decide investir muito dinheiro do fundo que coordena ao apostar que o sistema imobiliário nos Estados Unidos irá quebrar em breve. Tal decisão gera complicações junto aos investidores, já que nunca antes alguém havia apostado contra o sistema e levado vantagem. Ao saber destes investimentos, o corretor Jared Vennett (Ryan Gosling) percebe a oportunidade e passa a oferecê-la a seus clientes. Um deles é Mark Baum (Steve Carell), o dono de uma corretora que enfrenta problemas pessoais desde que seu irmão se suicidou. Paralelamente, dois iniciantes na Bolsa de Valores percebem que podem ganhar muito dinheiro ao apostar na crise imobiliária e, para tanto, pedem ajuda a um guru de Wall Street, Ben Rickert (Brad Pitt), que vive recluso. O filme adapta o livro The Big Short: Inside the Doomsday Machine e conta a história de quatro homens que anteciparam a crise imobiliária e econômica dos Estados Unidos em 2008. Eles resolvem fazer um investimento, mas acabam no "mercado negro" bancário onde precisam questionar a tudo e a todos.
ORIGINAL: The Big Short (2015)
PAÍS: EUA
Assuntos: crise, mercado financeiro, michael lewis
LIVRO DE: Michael Lewis
DIRETOR: Adam McKay
ROTEIRISTA: Adam McKay
Ponte dos Espiões

SINOPSE:  Em plena Guerra Fria, o advogado especializado em seguros James Donovan (Tom Hanks) aceita uma tarefa muito diferente do seu trabalho habitual: defender Rudolf Abel (Mark Rylance), um espião soviético capturado pelos americanos. Mesmo sem ter experiência nesta área legal, Donovan torna-se uma peça central das negociações entre os Estados Unidos e a União Soviética ao ser enviado a Berlim para negociar a troca de Abel por um prisioneiro americano, capturado pelos inimigos. Conta a história de James Donovan (Tom Hanks), um advogado do Brooklyn que, durante a Guerra Fria, é enviado, a pedido da CIA, para negociar o resgate de um piloto americano.
ORIGINAL: Bridge of Spies (2015)
Assuntos: drama, espiões, suspense, 
DIRETOR: Steven Spielberg
ROTEIRISTA: Matt Charman, Ethan Coen, Joel Coen
TRILHA: Thomas Newman

BROOKLYN
(Brooklyn, Irlanda, Inglaterra, 2015)
Adaptação do best-seller homônimo escrito por Colm Toibin, a história se passa durante os anos de 1950, quando a jovem imigrante irlandesa Ellis Lacey chega ao Brooklyn, em Nova York, com o desafio de construir uma vida. Não demora para ela perceber que se trata de um país que lhe dá todas as oportunidades de trabalho, de planejar o futuro e até mesmo de conquistar um amor ao conhecer o jovem italiano Tony. No entanto, uma tragédia familiar obriga Ellis a retornar para a Irlanda. E lá, absorvida por sua antiga comunidade, ela passa a ser cortejada por Jim. Passado algum tempo, a garota se dá conta, então, de que é por causa do rapaz que ela adia seu retorno para a América. E mais: Ellis sabe que está confrontando suas chances entre dois homens e dois países.

  • Elenco: Saoirse Ronan,
  • Domhnall Gleeson,
  • Emory Cohen,
  • Jim Broadbent,
  • Julie Walters

  • Mad Max - Estrada da Fúria



    SINOPSE: Perseguido pelo seu turbulento passado, Max Rockatansky (Tom Hardy) está no meio de um grupo que atravessa o deserto pós-apocalíptico a bordo do veículo de guerra da Imperatriz Furiosa (Charlize Theron). Este filme registra a guerra de estrada que se seguiu, com base no Word Burgers of the History Men.

    Quarto longa da franquia "Mad Max" e cujo personagem central, Max - imortalizado nos filmes anteriores por Mel Gibson -, vive num mundo apocalíptico. Em meio a uma paisagem desértica desoladora onde a raça humana foi praticamente liquidada, os sobreviventes lutam para se manter vivos a qualquer preço. Nesse ambiente hostil e violento existem dois rebeldes em fuga - e somente eles poderão ser capazes de restaurar a ordem. Max, um homem de poucas palavras e muita ação, busca sua paz de espírito após a perda da esposa e do filho. Já a Imperatriz Furiosa é uma mulher cheia de determinação que acredita que seu único caminho para a sobrevivência está em sua terra natal. Chegar até lá, tendo de cruzar um imenso deserto, é o grande problema. Mas ela acabará sendo ajudada justamente por Max.

    ORIGINAL: Mad Max: Fury Road (2015)
    PAÍS: Austrália,EUA
    Assuntos: ação, apocalipse, aventura, continuação, corrida, deserto, distopia, futuro, 
    FALA: "My name is Max. As the world fell it was hard to know who was more crazy. Me, or everyone else."
    DIRETOR: George Miller
    ROTEIRISTA: George Miller, Brendan McCarthy, Nico Lathouris

    Perdido em Marte
    SINOPSE: O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é enviado a uma missão em Marte. No entanto, um problema faz com que ele fique isolado em uma colônia no local, sem saber como reencontrar os colegas da NASA e retornar à Terra. Enquanto os outros astronautas procuram por Mark, ele deve aprender a sobreviver à fome e aos perigos locais.

    Durante uma missão a Marte, o astronauta Mark Watney é dado como morto após uma feroz tempestade e é deixado para trás por sua tripulação. Mas Watney sobrevive e encontra-se sem recursos e sozinho no planeta hostil. Apenas com suprimentos escassos, Watney deve contarcom a sua criatividade, engenhosidade e espírito para subsistir e encontrar uma maneira de sinalizar à Terra que está vivo. A milhões de quilômetros de distância, a NASA e uma equipe de cientistas internacionais trabalham incansavelmente para trazer o homem de volta enquanto seus colegas de tripulação simultaneamente traçam uma ousada, se não impossível, missão de resgate.
    ORIGINAL:The Martian (2015)
    PAÍS:EUA,Inglaterra
    Assuntos:
    LIVRO DE:Andy Weir
    DIRETOR:Ridley Scott
    ROTEIRISTA:Drew Goddard


    O regresso
    SINOPSE: Baseada no romance homônimo, escrito por Michael Punke, a trama se passa no século 19 e acompanha o guarda de fronteira Hugh Glass (DiCaprio), que liderava uma missão ao longo do rio Missouri quando foi atacado por um urso. À beira da morte, ele é abandonado na floresta por seus companheiros, mas sobrevive e parte em busca de vingança.
    ORIGINAL:The Revenant (2015)
    PAÍS:EUA
    Assuntos:
    LIVRO DE:Michael Punke
    DIRETOR:Alejandro González Iñárritu
    ROTEIRISTA:Alejandro González Iñárritu, Mark L. Smith


    O quarto de Jack
    SINOPSE: A trama acompanha o ponto de vista de um menino de cinco anos que nasceu e vive mantido em cativeiro dentro de um pequeno quarto ao lado de sua mãe.

    Uma jovem é feita refém por um maníaco e trancada num quarto. Violentada, ela acaba ficando grávida e dá à luz o garoto Jack. Lá se vão mais de cinco anos e o menino jamais conheceu nada do lado de fora daquele minúsculo quarto. Aquele é seu mundo.Com uma grande carga emocional e de suspense, O Quarto de Jack é uma exploração única e inesperada do amor sem barreiras entre uma mãe e seu filho na mais angustiante das circunstâncias.

    O Quarto de Jack conta a extraordinária história de Jack (Jacob Tremblay em uma performance de sucesso), um espirituoso menino de 5 anos que é cuidado por sua amada e devota Ma (Brie Larson, TEMPORÁRIO 12, DESCOMPENSADA). Como toda boa mãe, Ma se dedica em manter Jack feliz e seguro, cuidando dele com bondade e amor, e fazendo coisas típicas como brincar e contar histórias. Sua vida, entretanto, é tudo menos normal – eles estão presos – confinados em um espaço de 10 m² sem janelas, o qual Ma chamou eufemisticamente de “O QUARTO DE JACK”. Ma criou todo um universo para Jack dentro de O QUARTO DE JACK, e ela não parará por nada para garantir que, mesmo neste ambiente traiçoeiro, Jack seja capaz de viver uma vida completa e satisfatória. Mas, enquanto a curiosidade de Jack sobre a situação em que vivem cresce, e a resiliência de Ma alcança um ponto de ruptura, eles ensaiam um arriscado plano de escape, o que os leva a ficar face-a-face com o que pode ter se tornado a coisa mais assustadora: o mundo real. Em O QUARTO DE JACK estrela Joan Allen (três vezes ganhadora do Oscar) e William H. Macy, nomeado ao Oscar.

    Ao mesmo tempo uma narrativa tensa sobre cativeiro e liberdade, uma viagem imaginativa por dentro das maravilhas da infância, e um profundo retrato de um laço familiar e sua fortaleza, O QUARTO DE JACK é uma linda e transcendente experiência baseada no premiado best-seller de Emma Donoghue. O diretor Lenny Abrahamson (Frank) se mantém fiel ao romance enquanto traz Jack, Ma e seu mundo peculiar para uma vida cinematográfica intensa e emocionante.

    O QUARTO DE JACK demonstra o triunfante poder do amor familiar mesmo na pior das circunstâncias, e é claro que tomará seu lugar entre os filmes mais emocionalmente significantes que exploram a ligação entre pais e filhos.
    ORIGINAL:Room (2015)
    PAÍS:Irlanda,Canadá
    Assuntos:
    drama, 
    LIVRO DE:Emma Donoghue
    DIRETOR:Lenny Abrahamson
    ROTEIRISTA:Emma Donoghue


    Spotlight
    SINOPSE: A verdadeira história de como o Boston Globe descobriram o enorme escândalo de abuso sexual de crianças e cover-up dentro da Arquidiocese local, agitando toda a Igreja Católica ao seu núcleo.

    O Boston Globe, mais importante jornal na cidade de Boston, cria uma equipe de jornalistas (chamada Spotlight) dedicada a revelar casos de grande impacto na sociedade local. Eis que surgem graves denúncias de abuso de crianças cometido por padres da igreja católica. Aos poucos, os jornalistas vão reunindo milhares de documentos capazes de provar todas as denúncias, mas durante anos a força dos líderes religiosos consegue ocultar os casos, transferindo os padres para outras regiões sem qualquer tipo de punição. História baseada em fatos reais.
    ORIGINAL:Spotlight (2015)
    PAÍS:EUA
    TAGS:
    DIRETOR:Thomas McCarthy
    ROTEIRISTA:Thomas McCarthy, Josh Singer

    -------------------------------------------------------------------------------------------------------
    O menino, o mundo e o OscarLonga de animação do brasileiro Alê Abreu é indicado ao maior prêmio de Hollywood. Nomeado em 12 categorias, O regresso lidera a disputa
    Às vezes as coisas se crispam. Foi assim na vida do caçador Hugh Glass, cuja jornada de vingança levada à tela pelo diretor mexicano Alejandro González Iñárritu, com Leonardo DiCaprio no papel principal em O regresso, recebeu ontem 12 indicações ao Oscar. O segundo filme com mais indicações (10) é Mad Max: A estrada da fúria, cujo título é autoexplicativo – com a diferença de que, aqui, é uma mulher (Charlize Theron, ausente na lista de nomeações) quem empreende a furiosa saga.

    Às vezes as coisas se distendem. Foi assim para o diretor brasileiro Alê Abreu, que viu seu singelo O menino e o mundo ser incluído ontem entre os concorrentes a melhor longa de animação pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, ao lado da megaprodução Divertida mente. Ao reconhecer que ambas são obras do mesmo quilate, os votantes da Academia enviam a Abreu (e ao cinema do Brasil) a mensagem de que a expressão de um talento verdadeiro não se constrange por questões orçamentárias.

    Em tudo distante da beligerância de O regresso e Mad Max: A estrada da fúria, O menino e o mundo narra com música e poesia a história de um garoto que, entristecido pela falta que sente do pai, parte para o mundo e se depara com um universo de fantasia.

    Até a conclusão desta edição, Abreu não foi localizado pela reportagem do Estado de Minas. Segundo informações de sua assessoria, ele está na França, cuidando de outro projeto cinematográfico, e não tinha expectativa de ser indicado.

    Logo após o anúncio dos concorrentes às estatuetas que serão entregues no próximo dia 28 de fevereiro, em Los Angeles, começaram a surgir críticas ao perfil desenhado pelo conjunto dos indicados. Um perfil branco demais, como no ano anterior, que já havia suscitado a hashtag de protesto #OscarSoWhite. Foram notadas as ausências de atores negros que fizeram trabalhos de destaque como Idris Elba (Beasts of no nation), entre muitos outros. “O Oscar e Hollywood deveriam ser melhores do que isso”, escreveu Mike Hogan em seu comentário às indicações na revista Vanity Fair.

    Ao que tudo indica, o ânimo de Hollywood para debater suas lacunas anda baixo. A premiação do Globo de Ouro, promovido pela Associação dos Correspondentes Estrangeiros, no domingo passado, teve baixíssima voltagem de discursos críticos ou políticos. A contar entre as exceções, as ironias das atrizes Amy Schummer e Jennifer Lawrence dirigidas à prática da indústria americana de cinema de pagar salários muito mais altos para atores do que para atrizes e a referência do apresentador Rick Gervais à cruzada anti-imigrantes do pré-candidato republicano à Presidência Donald Trump.

    Será preciso esperar até a noite de premiação do Oscar 2016 para saber se o tom dos discursos vai mudar. De toda forma, vistos um ao lado do outro, O regresso e O menino e o mundo fazem lembrar a definição de Guimarães Rosa, o gênio brasileiro das letras, para a cota de livre-arbítrio que há em toda trajetória pessoal: “Espírito da gente é cavalo que escolhe estrada. Quando ruma para tristeza e morte, vai não vendo tudo o que é bonito e bom”. No fim das contas, é tudo uma questão de perspectiva, essa característica que o cinema soube transformar numa arte.

    O ANO DAS SURPRESAS
    O Oscar 2016 parece ter uma (e somente uma) barbada – a vitória de Leonardo DiCaprio como melhor ator, em sua sexta tentativa de colocar a mão na estatueta. Mesmo num ano considerado imprevisível pelos críticos de cinema e demais observadores de Hollywood, a revelação dos indicados da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood ontem reservou surpresas.

    Algumas delas: a ausência de Ridley Scott na disputa de direção com seu Perdido em Marte. As dez indicações de Mad Max. A escolha de Mark Ruffalo e não de Michael Keaton, ambos de Spotlight, para compor a lista de melhor ator coadjuvante. A presença de 50 tons de cinza entre os indicados – a melhor canção original. As três indicações de Sicario.

    Na categoria filme estrangeiro, para a qual o Brasil apresentou Que horas ela volta?, de Anna Muylaert, a disputa passou longe da América Latica e ficou entre Hungria (O filho de Saul, de László Nemes), Bélgica (O novíssimo testamento, de Jaco Van Dormael), França (Cinco graças, de Deniz Gamze Ergüven), Dinamarca (A war, de Tobias Lindholm) e Jordânia (Theeb, de Naji Abu Nowar).

    -------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Depois de conseguir nove indicações ao Oscar para "Birdman" em 2015 (e levar quatro troféus), o diretor Alejandro González Iñárritu repetiu a façanha com seu novo filme, "O Regresso", que foi lembrado em 12 categorias dos prêmios da Academia, anunciadas nesta quinta-feira (14).
    Estrelado por Leonardo DiCaprio, o longa foi indicado como melhor filme, diretor, ator (DiCaprio), ator coadjuvante (Tom Hardy), fotografia, figurino, montagem, maquiagem e cabelo, design de produção, edição de som, mixagem de som, efeitos visuais. A expectativa em torno de uma possível premiação a DiCaprio é grande, já que esta é a quinta indicação do ator, que nunca foi premiado.
    "O Regresso" se inspira na história real de um caçador atacado por um urso e abandonado por seus companheiros, que o deram como morto. Mas ele sobrevive e parte em busca de vingança. A equipe do longa relatou que as filmagens, no Canadá e na Argentina, foram um "inferno", com longas cenas rodadas em duras condições climáticas e temperaturas abaixo de zero.
    "Mad Max: Estrada da Fúria" também se destacou, com dez indicações: filme, direção (George Miller), fotografia, figurino, maquiagem e cabelo, montagem, design de produção, edição de som, mixagem de som, efeitos visuais. O filme retoma o personagem interpretado por Mel Gibson, desta vez com Tom Hardy no papel, e volta ao mundo apocalíptico castigado por seca e contaminação radioativa.
    Entre os indicados também há um representante brasileiro: a animação "O Menino e o Mundo", de Alê Abreu, que já havia vencido diversas premiações internacionais, inclusive a do Festival de Annecy, principal evento de animação no mundo. A disputa não será fácil, pois concorre na mesma categoria "Divertida Mente'", produção da Pixar, principal estúdio de animação do mundo, que já levou sete estatuetas na categoria.
    "Star Wars: O Despertar da Força", que estreou quase no limite para se classificar para o Oscar, em dezembro de 2015, conseguiu cinco indicações, principalmente em categorias mais técnicas: montagem, trilha original, efeitos visuais, edição de som e mixagem de som.
    Esnobados
    "Carol", que foi premiado por diversas associações de cíticos de cinema e liderou as indicações do Bafta, o "Oscar inglês", acabou ficando de fora das principais categorias, como melhor filme e direção, e foi lembrado apenas em melhor atriz (Cate Blanchett, em sua sétima indicação), atriz coadjuvante (Rooney Mara), fotografia, figurino, trilha original e roteiro adaptado.
    "Straight Outta Compton: A História do N.W.A.", que havia sido citado nas apostas de diversos críticos também foi um dos esnobados pela Academia, com indicações apenas como roteiro original. 
    Música
    Entre os documentários, destacam-se duas produções sobre estrelas da música: "Amy", sobre Amy Winehouse, e "What Happened, Miss Simone?", produção do Netflix sobre Nina Simone. O Netflix também foi indicado pelo documentário "Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom". O serviço de streaming estava cotado para ser indicado por "Beasts of no Nation", filme que estreou no Festival de Veneza, mas foi ignorado pela Academia.
    Na categoria de canção original, Lady Gaga roubou a cena. A cantora escreveu "Til It Happens To You" para o documentário "The Hunting Ground", que aborda a violência sexual nos campi das universidades americanas. Gaga pode atrapalhar o favoritismo de Sam Smith com "Writing's On the Wall", de  "007 contra Spectre", vencedor do Globo de Ouro.
    A trilha de "Cinquenta Tons de Cinza" também conseguiu uma vaga, mas a Academia preferiu a balada "Earned It", do incensado The Weeknd, ao invés de "Love me Like a Do", de Ellie Goulding, indicado ao Globo de Ouro.
    Uma das músicas mais ouvidas de 2015, graças à homenagem para Paul Walker em "Velozes e Furiosos 7", "See You Again", de Wiz Khalifa, acabou ficando de fora.
    O anúncio foi feito pela presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs, pelos cineastas Guillermo del Toro e Ang Lee e pelo ator John Krasinski.
    Os vencedores da estatueta dourada serão conhecidos em cerimônia no dia 28 de fevereiro, no Dolby Theatre, em Los Angeles.