Magazine Luiza

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O preço de uma escapadinha!

O preço de uma escapadinha!
Um sujeito casado volta de uma viagem de negócios na China, onde ele
aproveitou para conhecer algumas garotas de programa.
Dias depois da volta, seu órgão sexual ficou todo verde. Parecia sorvete de
pistache: verde e flácido. Ele esconde isso da mulher do jeito que pode, e
vai consultar um médico. O médico olha o órgão do sujeito e sentencia:
- Ahaa...! Você foi para a China! Não?
- É verdade.
- E conheceu umas garotas de programa!
- É verdade!
- Infelizmente isso não tem cura. Vamos ter que cortar.
O sujeito não acredita no que ouve, e vai consultar outro médico, mas o
diagnóstico é o mesmo.
Em desespero, procura urologistas,especialistas, catedráticos, e todos, sem
exceção, confirmam o diagnóstico.
Arrasado e sem saída, decide confessar suas escapadas à mulher que, depois
de um tremendo 'barraco', se compadece do marido, e o aconselha a procurar
um médico chinês.  Um especialista em urologia na própria China. Afinal eles
devem estar acostumados com esta doença.
O sujeito volta à China, paga uma nota alta de passagem, e marca uma
consulta com o médico mais renomado do país.
Ao examiná-lo, ele dá uma risadinha:
- Hehehehe! O senhor esteve na China lecentemente... Non?
- É verdade.
- E o senhor fez umas bobagens com as galotas... Non?
- É verdade.
- E o senhor foi ver médico basileilo... Non?
- É verdade.
- E médico basileilo lhe disse que telia que cortar... Non?
- É verdade.
- Médico basileilo não sabe nada! Non plecisa cortar.
O sujeito nem acredita! Quase desmaia de tanta emoção.
Sai pulando pelo consultório. Abraça e beija o médico. Seu pesadelo acabou!
- Então, existe tratamento para isso?
- Non... Non... Non plecisa cortar... Cai sozinho!