Magazine Luiza

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Versão para teste WINDOWS 8 - Principais Repostagens

Blog Windowns8 Brasil: http://windows8brasil.com/blog/

Windows 8 Release Preview

Um Windows que consegue reinventar-se mantendo a rapidez e a confiabilidade do Windows 7. Uma interface touch totalmente nova. Um novo Windows para novas tecnologias. E agora é fácil testá-lo — não importa se você está instalando pela primeira vez ou migrando do Windows 8 Consumer Preview.



Janelas para a inovação  
O termo usado pela Microsoft é reimaginado, para definir o Windows 8, seu novo sistema operacional. De fato, boas novidades garantem essa condição à já confiável plataforma


Publicação: Jornal Estado de Minas Caderno Inform@tica 05/07/2012 Reporter Silas Scalioni  

Novo sistema operacional da Microsoft ainda em versão de testes, Windows 8 mostra boas novidades, entre elas a possibilidade de se trabalhar com ele de forma tradicional, via mouse e teclado, e por meio de toque de tela, para desktops com tecnologia touch screem. O Informátic@ testou por alguns dias o novo sistema, que pode ser baixado no site da empresa, e mostra nesta edição as principais alterações e o que de novo o Windows 8 traz para o usuário. A Microsoft apresentou também, recentemente, versão nova do Windows Phone 8, sistema operacional para smartphone, que será lançado em breve, tendo como grande novidade justamente sua integração ao Windows 8. Com essa nova estratégia, a empresa fundada por Bill Gates passa mesmo a seguir os passos da Apple, fazendo com que seus sistemas compartilhem o mesmo núcleo de código operacional.


Mudanças para melhor 
Antes de testar o Windows 8, conheça alguns detalhes para aproveitar por inteiro a experiência





Tela inicial do novo sistema, onde o usuário vai poder acessar aplicativos, compartilhar arquivos e até acompanhar as notícias do dia (Microsoft/Divulgação)
Tela inicial do novo sistema, onde o usuário vai poder acessar aplicativos, compartilhar arquivos e até acompanhar as notícias do dia
 O Windows 8 Preview é apenas um pré-lançamento de um sistema que ainda será lançado. É, portanto, um trabalho em desenvolvimento e que ainda mostrará alterações antes da versão final. Por isso, é sempre bom ressaltar que nos testes provavelmente alguns bugs e problemas vão surgir. E é em cima disso e dos comentários a respeito que o sistema poderá se aperfeiçoar.

É importante saber também que, da mesma forma que ocorre com qualquer software em fase de pré-lançamento, não há suporte oficial para o Windows 8 Preview. Entretanto, se nos testes ocorrerem problemas, a própria Microsoft pede para que eles sejam compartilhados com ela. Isso pode ser feito via postagem com explicações detalhadas sobre o que for encontrado no fórum do Windows 8 Preview. “Poderemos ver os seus comentários e talvez você obtenha alguma ajuda de outros membros da comunidade que tenham passado pelos mesmos problemas. Além disso, as perguntas frequentes do Windows 8 Preview, no site do Windows, têm informações que poderão ajudá-lo e tornar a experiência com o Windows 8 mais produtiva e agradável”, informa o site da Microsoft pelo link http://www.microsoftinsidersbrasil.com.br/BlogMicrosoftBrasil.aspx?cod=394, que aborda as mudanças havidas no novo sistema.

E,  antes de testar o Windows 8 Preview, você vai precisar de uma máquina com configuração mínima semelhante à exigida para rodar o Windows 7. Ela deverá ter pelo menos:

- Processador de 1GHz ou mais rápido

- 1GB (32 bits) ou 2GB (64 bits) de memória RAM

- 16GB (32 bits) ou 20GB (64 bits) de espaço em disco rígido disponível

- Dispositivo gráfico DirectX 9 com WDDM 1.0 ou driver mais avançado

- Resolução de tela mínima de 1.024p x 768p

Há ainda outros requisitos adicionais que devem ser levados em consideração para o uso de determinados recursos do sistema. Por exemplo: para usar o recurso Ajustar, será necessário um PC com resolução de 1.366p x 768p ou superior. Se for usar toque de tela, será preciso um monitor, tablet ou laptop com tela multitoque. O Windows 8 dá suporte a até cinco pontos de toque simultâneos. Dessa forma, se o hardware utilizado não fizer o mesmo, a digitação no teclado virtual e o uso de alguns controles se mostrarão tarefas desafiantes. É preciso ainda uma boa conexão com a internet para usar a Loja do Windows (para baixar e instalar aplicativos) e para transferir as configurações e arquivos de um PC com o Windows 8 para outro.



PRINCIPAIS NOVIDADES
Alguns recursos e novas formas de interação com o sistema se destacam entre as várias alterações apresentadas. Veja as mais importantes:

Nova tela inicial
Na tela de abertura do Windows 8 será possível iniciar aplicativos, alternar entre tarefas, compartilhar conteúdo e verificar notificações, tudo por meio de mosaicos que mostram ainda atualizações em tempo real, inclusive de notícias, e até verificar agendas. É possível ainda personalizar essa tela, pondo todas as informações importantes em um só lugar, como contatos, sites etc. Os aplicativos favoritos ficam sempre na frente e centralizados.

Mouse ou toque
Com os novos PCs baseados no toque, o que se faz com um mouse e um teclado poderá ser feito com o toque, desde que a máquina seja preparada para tal. Oferece, portanto, ao usuário a opção de usar um ou outro processo de acordo com a tarefa. Para algumas, mouse e teclado são melhores, enquanto para outras sem dúvida o toque de tela se mostra o ideal.

Com botões
O Windows 8 criou rápidas maneira de se navegar pelo sistema e realizar tarefas comuns. Para isso, usam-se os botões, que podem ser acessados via touch passando-se o dedo na borda direita da tela ou, pelo mouse, clicando no canto superior direito da tela para exibir a barra de botões. Eles são a forma mais rápida de acessar as tarefas essenciais.

Pesquisar
Como no Seven, com o Windows 8 podem-se pesquisar facilmente aplicativos, configurações ou arquivos no PC. Só que agora com o botão Pesquisar a consulta vai mais adiante por meio de aplicativos específicos diretamente na tela inicial. E, se as informações pedidas estiverem na web, é só escolher o Internet Explorer nos resultados da pesquisa que os resultados são mostrados imediatamente. O usuário vai poder ainda instalar outros aplicativos abrindo, assim, possibilidade de ampliar suas pesquisas por temas.

Compartilhamento
Um botão Compartilhar do sistema facilita o compartilhamento de arquivos e informações. Como o botão Pesquisar, o recurso pode ser usado de dentro dos aplicativos. Ou seja, não é preciso ficar saindo e entrando em um aplicativo para compartilhar conteúdos. Podem-se, assim, enviar mensagens via aplicativo E-mail ou compartilhar fotos no SkyDrive. E os aplicativos mais usados são relacionados para acesso mais rápido. O usuário escolhe se quer compartilhar com apenas uma pessoa ou com todos os seus contatos.

Dispositivos
O Windows 8 oferece o botão Dispositivos para acessar aqueles que você quer usar para fazer coisas como transferir fotos de uma câmera digital, vídeo na TV ou enviar arquivos para outro dispositivo. Exemplo: se estiver assistindo a um vídeo no aplicativo Vídeo e desejar compartilhá-lo com pessoas que estiverem na sala, o botão permite que se transmita o vídeo diretamente para um Xbox e mostrá-lo em seguida na TV.

Configurações
O botão Configurações do novo sistema é o local para realização de tarefas básicas, como ajustar o volume ou desligar o PC. Quando estiver em um aplicativo, o botão leva o usuário para as configurações desse aplicativo, para que se possam configurar contas de e-mail, selecionar opções de som e vídeo ou escolher uma configuração de controle de jogos. Pode ainda levar o usuário diretamente para as configurações do PC para, alterar temas, configurar o compartilhamento com o Grupo Doméstico ou para usar o Windows Update.

Ajustar e alternar aplicativos
Se estiver usando o toque, basta passar o dedo pela borda esquerda para voltar ao último aplicativo ou continuar rolando o dedo para voltar a outros. Se for com o mouse, é só movê-lo para o canto esquerdo superior para ver o último aplicativo. E do canto para baixo podem-se ver os aplicativos usados por último.

Loja app
Todos os aplicativos estão disponíveis na nova Loja do Windows, local para descobrir uma grande variedade deles, todos agrupados por categorias. Os aplicativos na store para o Windows 8 Consumer Preview são gratuitos. Depois, haverá inúmeros outros para compra.

Nas nuvens
Com o novo OS, todos os arquivos não ficam mais armazenados em um dispositivo, e sim na nuvem. Assim, tendo uma conta da Microsoft, o usuário pode, por exemplo, iniciar um projeto em um PC com o Windows 8 e terminá-lo em outro. Será possível ainda compartilhar o seu PC com o Windows 8 com outras pessoas, que poderão ter sua própria experiência conectada à nuvem personalizada, entrando com uma conta da Microsoft.

Novo Internet Explorer
Com o Internet Explorer 10 Consumer Preview, a Microsoft busca nova experiência na web. O navegador passa a dedicar a sua tela inteira, de uma borda à outra, aos seus sites. As guias e os controles de navegação agora só aparecem quando são necessários. Espera-se uma navegação bem mais rápida com ele.

Agora, também com toque de tela 
Versão para testes do Windows 8 mostra evoluções de uma plataforma estável e segura




Bill Gates (D) e Paul Allen se conheceram no colégio e em 1975 fundaram a Microsoft, dando, então, início à produção do sistema operacional mais usado no mundo (Microsoft/Divulgação)
Bill Gates (D) e Paul Allen se conheceram no colégio e em 1975 fundaram a Microsoft, dando, então, início à produção do sistema operacional mais usado no mundo
 Para quem não consegue segurar a ansiedade e fica louco para conhecer com antecedência as novidades do mundo da tecnologia, a Microsoft liberou recentemente ao usuário a nova versão para testes do sistema operacional Windows 8, que ainda este ano vai suceder o Windows 7. Chamado de Release Preview e disponível para download no endereço virtual da empresa, o arquivo é a última prévia de demonstração do novo OS antes de seu lançamento oficial (previsto para outubro) e a primeira que tem versão em português.

O Informátic@ vem já há alguns dias, por meio da Release Preview, conhecendo as novidades do Win 8 e, desde a primeira vista, deu para observar que a nova interface (Metro) do sistema é o que mais se sobressai, não lembrando em nada as versões anteriores. Dá para se certificar também que o Windows 8 se compara totalmente ao Win 7 no quesito desempenho, mostrando-se bastante rápido, estável e eficiente. Já nas primeiras impressões fica claro que no novo sistema melhoraram em muito a apresentação de informação para o usuário comum, em relação ao Windows 7, o que implica  mais facilidade para ter informações necessárias ou úteis. Já vem embutida uma leve e simples interface touch em retângulos facilmente acessíveis via toque na tela.

À primeira vista, o Windows 8 apenas parece o Seven com uma nova interface. Haverá quem diga que a Microsoft só mudou a cara do antecessor, que por sinal é bem competente, estável e rápido. Mas há boas novidades sim, podendo-se dizer, então, que o Windows 8 é mais uma evolução dos sistemas operacionais da MS, que atende bem tanto adeptos dos tablets (naturalmente com toque de tela) quanto usuários de mouses e teclados físicos.

NOVIDADES Ao iniciar o Windows 8 Preview deparamos com uma tela com vários retângulos grandes para serem utilizados via toques (no caso dos equipamentos touch screen) ou pelo mouse. Cada um desses retângulos é equivalentes aos ícones das aplicações do Windows 7 e do XP. São necessários alguns minutos para o usuário acostumado com os sistemas antecessores entender a nova interface. Nada, porém, que a tecla Windows (aquela que fica ao lado da tecla Alt) e cliques do mouse à direita no desktop não resolvam. Algumas vezes usando a combinação Alt+Tab e Alt+F4 ajuda bastante a compreensão, mas obviamente isso é para usuários mais avançados. No início parece um pouco complicado entender o funcionamento sem o uso da interface touch. Entretanto, depois de um tempo, as ações começam a ficar mais bem amigáveis. Algumas delas são novas, como o ato de usar o mouse ou o dedo para deslizar o cursor para perto da borda direita da tela. Quando isso ocorre, surge uma janela de configuração onde podemos, entre outras atividades, desligar o sistema.

O Windows 8 é rápido e exibe miniaturas das telas abertas na parte superior do monitor. Depois de algum tempo de uso, você também se acostuma com o novo leiaute. Trabalhar com correio eletrônico ficou bem mais prático. A tela de e-mails permite colocar várias contas simultaneamente. No teste, foram registradas apenas duas contas, do Hotmail e do Gmail, e o sistema se mostrou bastante funcional. Dessa forma, numa só aba tornou-se possível acessar a caixa de entrada de cada endereço. Da mesma forma que com os e-mails, trabalhar com redes sociais ficou melhor. Deu para registrar sem problema contas do Windows Live Messenger e do Facebook, também na mesma tela, e acessá-las rapidamente. E os contatos vão se mesclando.

Para quem gosta de games, o Windows 8 também apresenta novidades, como acesso direto a jogos do Xbox e do Windows. Há agora na rede uma store Microsoft em que se podem comprar e baixar aplicativos. A exemplo da APP Store (da Apple) e da Google Play (Android Market), também lá é possível encontrar vários aplicativos gratuitos. Isso, sem dúvida, vai melhorar mais a segurança dos programas e diminuir riscos de vírus e outras ameaças, pois tudo vai, assim, passar pelo crivo da Microsoft em sua loja.

Acesso direto a notícias, previsão do tempo, mapas e localização (o excelente Naviteq, agora da Nokia, está disponível no sistema) e excelente integração com som, fotos e vídeos são também atrativos apresentados pela nova plataforma.


NÓS TAMBÉM TESTAMOS...

Rápido e funcional
. Felipe Breder
. 20 anos, auxiliar financeiro
“Após um bom test drive pelo Windows 8 Preview, me chamou a atenção sua nova interface, bem diferente das versões anteriores. O novo sistema operacional se compara totalmente ao Win 7 no quesito desempenho, pois como o anterior é bem rápido e estável. Encontramos nele um menu Iniciar totalmente inovado, possibilitando fácil acesso aos conteúdos instalados, contas de e-mails e redes sociais, devido a uma integração exclusiva do sistema operacional. Além do Iniciar, destaca-se o Gerenciador de Tarefas, que também foi modificado, apresentando-se mais completo, e o Internet Explorer 10, aparentemente mais leve, com novo visual e funcionalidades que agradam. Com relação às compatibilidades, nenhum problema aparentemente drástico apareceu durante os testes. Instalação e utilização de softwares compatíveis com Seven foram de bom grado.”

Fácil navegação
. Thiago Luis Mello Balsamão
. 11 anos, estudante
“Um primo meu que trabalha há anos com TI e sabe que me interesso muito por informática instalou o Windows 8 Preview no meu computador para que eu o conhecesse. Gostei muito dele e até pedi para meu primo remover o XP do meu desktop e pôr o Windows 8, mas desisti quando soube que o preview não dura muito. Achei ótimas as figuras com os programas, naveguei facilmente e gostei demais de ter meus dois endereços de e-mail abertos ao mesmo tempo – o Hotmail e o Gmail. O Facebook ficou mais bonito e gostei de ver que se podem acessar notícias e previsão do tempo. Já com relação aos mapas oferecidos, ainda prefiro os do Google. Achei muito legal também a área de viagens. A foto em 360°espaciais feita de dentro de um carro em Las Vegas é incrível. Sou apaixonado por games e joguei o Cut the rope. Já conhecia o jogo pelo Iphone, mas no computador ficou muito melhor.”


LINHA DO TEMPO
O surgimento do sistema operacional Windows mudou a história da computação pessoal. Veja os principais momentos da sua evolução:

Windows 3.1
Foi a versão que deu início ao sucesso da plataforma, lançada em março de 1992 como sucessora da Windows 3.0. Vendeu mais de 10 milhões de cópias em dois anos. De logomarca com aparência de uma bandeira a tremular em quatro cores, já trazia acesso à internet com programas extras de terceiros. Outras edições foram lançadas entre 1992 e 1994 até que a série foi substituído pelo Windows 95.

Windows 95
Lançado em 24 de agosto de 1995 com um novo logotipo que trazia como fundo um céu azul com nuvens, revolucionou o mercado de sistemas operacionais e passou a vir instalado por padrão com o MS-DOS 7.0 (e não mais separado, como era antes). Foi o principal lançamento da Microsoft na década de 1990.

Windows 98
Chegou ao consumidor em 25 de junho de 1998. Com um logotipo mais suave em relação ao anterior, trouxe como maior novidade uma completa integração do sistema com a internet, utilizando o Internet Explorer 4.

Windows Millenium Edition 2000
Apresentado em 14 de setembro de 2000, trouxe algumas inovações, como a capacidade de lidar com várias mídias digitais, já pronto para MP3, um programa de edição de vídeo, um assistente de criação de redes digitais domésticas e versões de programas atualizados, além da possibilidade de restauração do sistema.

Windows XP
De uma família de sistemas operacionais de 32 e 64 bits, o Windows XP (XP deriva de eXPerience) foi a primeira plataforma da Microsoft construída em nova arquitetura e núcleo (Windows NT 5.1). Foi lançado em 25 de outubro de 2001 e, de acordo com o IDC, mais de 400 milhões de cópias estavam em uso em janeiro de 2006. Ficou conhecido por sua estabilidade e eficiência, que melhoraram ao longo das atualizações feitas no correr dos anos.

Windows Vista
Chegou ao mercado mais de cinco anos depois da apresentação do XP, sendo o período mais longo entre lançamentos de versões Windows. Apresentava nova interface gráfica (apelidada de Aero), funções de busca modificadas, ferramentas de criação multimídia e renovadas aplicações para redes de comunicação. Mas teve grande dificuldade de aceitação devido à grande exigência de máquina (para operá-lo era preciso computador com configuração de no mínimo  1GB de memória RAM; e para uma utilização padrão, o ideal seria 2GB). Sistema seguro, porém sem sucesso.

Windows 7
Mais recente versão da Microsoft, o Windows 7 foi lançado para empresas em 22 de julho de 2009 e começou a ser vendido para usuários comuns exatamente três meses depois. Diferentemente do Vista, que introduziu um grande número de novas características, Win 7 foi uma atualização mais modesta e focalizada para a linha Windows com a intenção de tornar o sistema totalmente compatível com aplicações e hardwares. É o Windows da era wireless que apresenta mais estabilidade e rapidez.


Na cola da maçã




Joe Belfiore, vice-presidente corporativo da Microsof, explica as compatibilidades do novo OS para smartphones (Noah Berger/Reuters)
Joe Belfiore, vice-presidente corporativo da Microsof, explica as compatibilidades do novo OS para smartphones

A Microsoft também apresentou há poucos dias, em São Francisco (Estados Unidos), sua nova versão de sistema operacional para smartphones, o Windows Phone 8. E, como era esperado, mostrou como grande novidade do software a sua integração ao Windows 8 (a ser lançado ainda este ano), que serve de plataforma para tablets e PCs. Dessa forma, segue o que já faz a Apple, com o iOS, e a Google, com o Android, e deixa claro que vai seguir os mesmos rumos da empresa da maçã. Os sistemas vão, assim, compartilhar o mesmo núcleo de código operacional. “O mesmo Windows, que é usado no mundo todo em PCs, vai chegar também para o Windows Phone", disse durante a apresentação o vice-presidente corporativo da Microsoft, Joe Belfiore, explicando que o mesmo componente central do sistema operacional Windows – que é conhecido como kernel – vai estar presente nas duas plataforma, na para dispositivos móveis e na para desktops.

Na prática, haverá assim maior compatibilidade de aplicativos entre as plataformas Windows. E mais: essa adaptação vai favorecer o uso do Windows Phone numa maior variedade de modelos, dos smartphones mais básicos aos tops de linha. Segundo a Microsoft, os primeiros aparelhos com o novo sistema começarão a chegar ao mercado norte-americano e europeu entre setembro e novembro. A última versão do OS para plataforma móvel, o Windows Phone 7.5 (ou Mango), foi lançada em setembro do ano passado.

O QUE MUDA A Microsoft informou durante a apresentação do Windows Phone 8 que os aparelhos com o novo OS passarão a suportar chips multicore e que também poderão vir com telas de diferentes resoluções. Antes, as fabricantes de hardware tinham que se adaptar à resolução de 800p x 480p, mas a partir de agora poderão criar telas de 1.280p x 768p e 1.280p x 720p. Outra nova característica do Windows Phone é a possibilidade aberta para gravação de arquivos (músicas, vídeos, fotos e aplicativos) diretamente no cartão de memória micro SD.

A integração entre os dois sistemas vai contemplar também o desenvolvimento de games, pois os jogos feitos para uma plataforma vão funcionar na outra, uma vez que eles estão baseados em DirectX (programa de desenvolvimento de jogos para Windows). Já para uso de internet, o Explorer 10 será o mesmo navegador em qualquer dispositivo, seja no PC, no tablet ou no smartphone. A Microsoft afirma que, com o uso de HTML5 (linguagem para sites) com suporte a toque de tela, o Windows Phone 8 já estaria mais rápido para navegar na web do que seus principais concorrentes.

Os aparelhos com Windows Phone 8 não vão permitir a transferência de arquivos para PCs Windows 8 por meio da tecnologia Bluetooth. Entretanto, isso vai ser possível via tecnologia Near Field Communication (NFC), cuja aplicação para que haja essa troca de dados é chamada Tap + Share (ou, em tradução livre, toque para compartilhar). O recurso NFC poderá funcionar ainda como cartão de crédito (por meio da opção Tap + Pay, ou toque para pagar), e também para guardar outros tipos de cartões. Ele lembra bastante o novo aplicativo Passbook, do Apple iOS 6, que foi apresentado recentemente.

Todos os aparelhos com Windows Phone 8 vão contar, segundo a empresa, com o aplicativo Nokia Map, que se baseia no sistema de GPS da Navteq (empresa comprada pela Nokia no ano passado). O recurso vai permitir suporte off-line a mapas e a função de rotas. Já no que se refere ao visual, o Windows Phone 8 apresenta novas cores para os blocos interativos localizados na página inicial do aparelho (ou tiles), além da possibilidade de personalizar tamanhos. Ícones de assuntos que se julgar mais importantes (como e-mail) podem ficar maiores. Outros aplicativos menos usados podem ter o tile configurado em tamanhos menores.

Durante a demonstração do Windows Phone 8 em São Francisco foi ainda apresentado o aplicativo Audible. A exemplo do Siri, da Apple, ele pode executar comandos por voz (tomara que possa reconhecer o português). Entretanto, ao contrário do concorrente, ele não será nativo no smartphone com Windows Phone 8. Para tê-lo, será necessário adquiri-lo na loja de apps da empresa.



Windows 8

Não aguenta esperar pelo Windows 8? Você já pode conhecer a versão em português que antecede o lançamento do SO.

Microsoft acabou de tirar do forno o Windows 8 Release Preview – a versão que deve ser a última antes do lançamento oficial da nova plataforma da empresa.
Assim, aqueles mais ansiosos que querem conhecer as novidades que vêm por aí podem experimentar as funcionalidades e os recursos do novo sistema, que vai rodar em qualquer computador, mas foi pensado especialmente para telas de toque.
Atenção! É válido salientar que o SO ainda está em fase de desenvolvimento, ou seja, ele ainda pode apresentar instabilidades, incompatibilidades e falhas de reprodução – embora os relatos sobre esses tipos de eventos sejam muito raros.

Na edição recentemente revelada, os brasileiros devem ter uma grata surpresa: o suporte para o português em todo o sistema. Com isso, você pode conhecer com mais facilidade e propriedade um pouco daquilo que o Windows 8 está preparando. Se você ainda tem dúvida sobre o que a nova plataforma da Microsoft pode fazer, não perca mais tempo e faça o download da versão Release Preview agora mesmo.

Observações importantes

Os softwares que fazem parte desta versão do Windows 8 podem ser modificados sem prévio aviso. O sistema operacional é oferecido “as is”, e o usuário assume o risco de utilizá-lo, uma vez que ele pode não ser estável. O Windows 8 pode não operar corretamente ou o fazer diferentemente da maneira que a versão final se comportará.

Download-padrão e instalação

Para instalar o Windows 8 Release Preview, você deve executar o arquivo de 5 MB que você baixa pelo Baixaki. O assistente vai fazer uma análise do seu computador para saber se ele tem condições de executar o sistema. Também é feita uma análise para que você saiba quais softwares instalados são compatíveis com o novo SO.
O assistente faz o download efetivo do Windows 8, sendo que você poderá criar uma imagem no formato ISO ou um pendrive bootável caso esteja usando uma versão recente do Windows (não é possível fazer isso no Windows XP e anteriores). Confira abaixo um vídeo que explica cada passo da instalação do novo sistema operacional:

Como funciona o download e instalação direto da imagem ISO

Ao clicar no link de download do Baixaki, você vai baixar um instalador que faz o download do Windows 8 Release Preview e então lhe dá opções para instalá-lo imediatamente, criar um pendrive bootável ou criar uma imagem ISO para instalar em outro computador.
Porém, se você preferir, você pode fazer o download direto da imagem no formato ISO. Lembre-se de que esse formato deve ser gravado em um DVD ou usado na criação de um pendrive bootável. Nesse caso, use a chave de produto ("Product Key"): TK8TP-9JN6P-7X7WW-RFFTV-B7QPF.
Como os arquivos são grandes, é recomendável que você use um gerenciador e acelerador de downloads, como o Orbit.

A proposta do Windows 8

A nova versão do Windows pretende expandir a influência da Microsoft no mercado de tablets, mas isso não quer dizer que pessoas que utilizem outros equipamentos ficarão desapontadas. Quem já tem o Windows 7 instalado, por exemplo, não vai precisar de um upgrade de hardware para rodar o SO.
O projeto do Windows 8 começou logo após a finalização da versão anterior. Ele vem sendo desenvolvido a partir do que deu certo no antecessor e incluiu melhorias: mais recursos de segurança, inicialização mais rápida e maior duração de bateria em portáteis.
A Microsoft garante que os requerimentos de energia do Windows 8 são menores. Além disso, ele pode ser instalado no mesmo hardware compatível com o Vista e o Windows 7. Em resumo, o sistema inicia mais rapidamente e usa menos memória para que haja mais espaço para seus aplicativos e dados.
O zoom ajuda a explorar grandes conteúdos.

Melhorias já consolidadas

Em setembro de 2011, a Microsoft liberou o Windows 8 Developer Preview, uma versão pré-Beta. Nesta atualização, foram promovidas consideráveis melhorias. A experiência de toque, teclado e mouse foi completada e refinada, por exemplo. A edição posterior marcou a abertura da Windows Store, que disponibiliza vários aplicativos com o estilo Metro desenvolvidos tanto pela Microsoft quanto por outros desenvolvedores.
A conexão com as nuvens é outro destaque. Você pode usar uma conta da Microsoft para ter acesso a vários recursos — migrar todas as suas configurações, usar armazenamento online, comunicar-se com outras pessoas e conectar-se a uma variedade de serviços.
O Internet Explorer também merece menção. O navegador da Microsoft foi totalmente repensado para oferecer uma experiência de uso especial no Windows 8. Em resumo, a filosofia do IE agora é “menos navegador, mais web”, com os sites ocupando toda a tela.
Internet Explorer 10 no Windows 8.

Nova interface

Esta é a mudança mais sensível em relação às versões anteriores. O Windows 8 apresenta uma nova interface ao estilo Metro: um layout limpo, simples e personalizável, com animações que deixam o computador mais interativo.
De início, você se depara com a nova tela "Start", contendo os mosaicos característicos da Metro UI. Os quadrados são dinâmicos, quer dizer, sempre atualizados. Por exemplo, o aplicativo de tempo e temperatura mostra o clima de qualquer cidade em tempo real.
Nova tela inicial.
Não falta integração com programas Windows Live, e é muito simples conectar a sua conta com o sistema operacional. O compartilhamento de conteúdo também é bastante facilitado. Por exemplo, se você quer enviar imagens por email, pode pegá-las do Facebook, do Flickr e do seu disco rígido a partir de uma única tela.
É possível reorganizar o mosaico como você preferir, bastando arrastar os quadrados para onde você quiser. Qualquer atalho pode ser facilmente removido, clicando com o botão direito sobre ele e marcando a opção "Unpin".
A barra de buscas internas foi reformulada. Sempre que você digitar alguma palavra para buscar aplicativos ou documentos, poderá contar com filtros para refinar as pesquisas e facilitar o acesso a determinados arquivos.
Integração entre aplicativos.

Especial para o toque

O Windows 8 funciona em computadores convencionais e em tablets. Logo, todos os aplicativos, serviços e sistemas internos são compatíveis com toques na tela. O teclado virtual integrado é simples e oferece teclas grandes para evitar problemas referentes à digitação. Tarefas como copiar e colar são muito facilitadas com o suporte do novo sistema.
O Windows 8 tem compatibilidade nativa com a tecnologia USB 3.0, o que garante a transmissão e transferência de dados com bastante velocidade. Se o tablet ou computador for equipado com sensores NFC, rapidamente podem ser feitas análises de produtos e outros aparelhos que contêm a mesma tecnologia.
Canetas stylus podem ser utilizadas para desenhos ou mesmo para escrever, pois o sistema identifica rapidamente os caracteres. Isso pode ser utilizado diretamente na tela (pelo touchscreen) ou por mesas digitalizadoras.

Gestos especiais

Em PCs compatíveis com tecnologia de toque, o Windows 8 lhe permite manipular tudo o que está na tela a partir de vários gestos. Ao tocar no canto esquerdo, abre-se uma lista com os aplicativos usados anteriormente; já o toque no lado oposto disponibiliza comandos do sistema; por sua vez, os comandos de aplicativos são revelados com o toque no canto superior ou inferior da tela.
O toque simples executa ações corriqueiras — abrir um aplicativo, seguir um link ou executar um comando específico, por exemplo. Em alguns casos, basta pressionar a tela e mantê-la pressionada para abrir um menu com informações detalhadas e mais opções.
É possível arrastar a tela para percorrer listas e páginas ou para desfrutar de outros tipos de interação, como mover um objeto. Com dois dedos, é possível controlar o zoom; se você rotacioná-los, pode girar um item.
Gestos têm papel especial no Windows 8.

Mas não é só toque

Apesar de enraizado em ambientes de toque, o Windows 8 vai rodar em qualquer computador, independente da arquitetura utilizada pelos processadores (x86, x64 ou ARM), e é por isso que ele poderá ser instalado em notebooks, desktops, tablets e até mesmo a partir de um pendrive.
Todos os comandos por gestos têm seus equivalentes no mouse. Monitores de qualquer resolução podem ser utilizados — dependendo do tamanho da tela, o sistema operacional é alterado automaticamente para se adaptar melhor às limitações impostas.

Compatibilidade com o desktop do Windows 7

Apesar de todas as modificações da interface Metro, o Windows 8 terá compatibilidade com seu antecessor. A Área de trabalho continua com a mesma cara: o papel de parede é o mesmo, a Barra de tarefas segue o padrão e os ícones também são idênticos. A primeira mudança notável é no botão do Menu Iniciar: deixando o cursor do mouse sobre ele, abrem-se um relógio e um menu com atalhos para configurações, dispositivos, compartilhamento e busca.
A segunda modificação sensível é que todas as janelas do sistema têm o padrão Ribbon, do Office. Há sempre ferramentas disponíveis, dependendo do arquivo ou pasta que você seleciona. Essa barra é facilmente escondida por uma simples seta, assim, quem não gosta do recurso não precisa lidar com ele sempre.
Há também modificações sutis na Barra de títulos. Os ícones estão ainda mais caprichados, e agora o texto é centralizado. Há muito capricho também na janela do Gerenciador de tarefas: ela utiliza cores para que as informações sejam compreendidas com mais facilidade. Quanto mais pesado um processo, mais forte é a cor dele. Assim, ele está sempre destacado. Há muitos gráficos que esclarecem o uso de processador, memória, disco e conexões de rede.
Novo Gerenciador de tarefas.
Para quem usa mais de um monitor, é possível configurá-los para que exibam, ao mesmo tempo, a nova tela "Start" e o já conhecido desktop do Windows 7. O Windows 8 também se adapta facilmente a qualquer resolução , o que ajuda aqueles usuários que usam um monitor mais antigo.

Nas nuvens

O sistema é conectado à nuvem para que você possa acessar fotos, documentos e configurações de onde quer que esteja. Basta abrir a sua conta para interligar Mail, Calendário, SkyDrive, MSN e outros programas.
Logo na configuração inicial, o Windows 8 vincula o novo usuário à sua conta da Microsoft. Isso significa que os seus aplicativos vão acompanhá-lo mesmo em um computador diferente. É como se cada conta de usuário fosse o seu computador, sempre portátil e disponível.
E não importa se um contato foi adicionado pelo Hotmail, Messenger, Gmail, Twitter ou outro, todos eles estão conectados pelo aplicativo de pessoas, com o qual é possível acompanhar atualizações e se comunicar de diferentes maneiras.

Windows Store

A Windows Store vai reunir diferentes aplicativos em categorias de fácil exploração. Programas considerados ótimos serão destacados, assim como aqueles mais baixados. Todos os apps para o Windows 8 Release Preview são gratuitos. Após o lançamento da versão final do SO, serão disponibilizados outros softwares a diferentes preços, sendo possível testá-los antes de comprar.
O acesso à loja é facilitado por um atalho na interface Metro. Os aplicativos são organizados por gêneros e preços, com screenshots, descrição e análise de usuários, como acontece no Android Market e na AppStore.
É bastante simples enviar os softwares criados para a loja, e há um detalhe interessante: antes de serem divulgados e disponibilizados para o público, os programas precisam passar por uma avaliação da própria Microsoft, o que deve prevenir a presença de arquivos infectados.
Windows Store.

Segurança

O recurso Trusted Boot valida a integridade do Windows durante a inicialização, prevenindo que malwares corrompam o sistema. Em outras palavras, rootkits e outras ameaças têm menores chances de atingir o SO .
Em portáteis, a criptografia BitLocker ajuda a manter dados em segurança sem prejudicar a produtividade. Já o AppLocker serve para restringir os tipos de arquivo que uma pessoa ou um grupo de pessoas pode acessar.
O SmartScreen protege contra phishings e outros tipos de ataque para que você consiga navegar com mais tranquilidade. Ele também serve para atestar a segurança de arquivos baixados da internet. Por último, o Windows Defender oferece proteção contra diferentes malwares em tempo real, removendo programas maliciosos ao menor sinal de infecção.

Internet Explorer 10

O Internet Explorer 10 está muito diferente no ambiente Metro. A barra de endereço agora está localizada na parte de baixo e há poucos botões. Para ganhar ainda mais espaço, é possível escondê-la. Assim, a tela é preenchida totalmente com a página exibida. O clique com o botão direito do mouse serve para adicionar novas abas. Um detalhe bastante agradável são as notificações, como quando um download é concluído.
É um exemplo do conceito proposto pelo novo Windows em relação aos aplicativos. Eles serão executados em tela cheia, adaptando-se às mais variadas resoluções, desde telas de tablet até grandes monitores.
Internet Explorer 10.

Reset em um botão

É possível restaurar o Windows 8 ao estado original de diferentes maneiras. Você pode executar um reset convencional, que é mais simples e mantém arquivos e documentos. Porém, há opções novas e mais avançadas — por exemplo, o reset completo, o qual restaura o computador ao estado original. É possível também criar um disco especial, ideal para as pessoas que investiram muito tempo na personalização e configuração de sua máquina.

Atualizações

O Windows 8 é capaz de instalar atualizações quando o computador não é utilizado. A promessa é a de que os usuários recebam muito menos notificações a respeito de manutenção, das atualizações ou das reinicializações. De acordo com a Microsoft, não haverá interrupções com frequência, e o computador vai funcionar normalmente mesmo ao instalar o que for necessário.
Aplicativos para o Windows 8.

Acesso remoto e virtualização

O sistema de acesso remoto a computadores foi remodelado. Com mais dinamismo nas comunicações, as máquinas podem ser controladas com muita facilidade, incluindo a compatibilidade com o touchscreen.
Dependendo das configurações utilizadas, é possível ter acesso a listas de processos e várias outras informações mais avançadas. A virtualização também foi melhorada, permitindo que imagens ISO abertas nos computadores possam ser utilizadas como unidades separadas. Confira abaixo a nossa análise em vídeo:

Novidades da Release Preview

Além dos tradicionais ajustes e correções que costumam ser feitos entre uma versão e outra do sistema operacional, o Windows 8 Release Preview ganhou suporte ao Flash para o Internet Explorer 10, o que deve aprimorar o desempenho do navegador ao executar vídeos, games e sites baseados nessa tecnologia.
Além disso, a plataforma apresenta uma maior integração da interface Metro com o resto do sistema operacional, proporcionando uma interação ainda mais agradável com as funcionalidades oferecidas. Outra novidade que deve agradar aos brasileiros é o suporte para o português, permitindo que pessoas que não dominam o inglês possam experimentar os recursos disponíveis com mais facilidade e propriedade.

Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft
Mas as novidades não acabam aí. O Windows 8 Release Preview também recebeu novos aplicativos da Microsoft e de alguns de seus parceiros. Entre os softwares com maior destaque, estão o aplicativo do Bing (que também apresenta conteúdos informativos, como notícias, viagens e esportes) e do Xbox 360, que deve se integrar a conteúdos multimídia – incluindo músicas e jogos.
Por fim, os programas que surgiram na edição Consumer Preview receberam aperfeiçoamentos. Os aplicativos para o envio de emails, visualização de imagens e gerenciamentos de contatos são alguns dos recursos que foram melhorados.
A Microsoft ainda anunciou que está trabalhando com maior proximidade dos desenvolvedores cadastrados. Com isso, a produção de programas específicos para a plataforma deve ser estimulada, aumentado a quantidade de ofertas na loja virtual do sistema, a Windows Store.

AVALIAÇÃO INFO 
O Windows 8 Beta é a versão de testes do novo sistema operacional da Microsoft. Criado para operar em diversos gadgets, como desktops, notebooks e tablets, ele oferece uma nova experiência de uso em uma interface toda reformulada, agora chamada de "Metro".

O sistema, inicialmente, é oferecido em 5 idiomas (inglês, chinês, alemão, japonês e francês). Na versão 32 bits, tem cerca de 2,5 GB de tamanho. E na de 64, um pouco mais de 3 GB. Ou seja, chega um pouco voraz no espaço em disco.

Com o novo Windows 8, a proposta da Microsoft é de reinventar a maneira como o PC é usado, tirando o velho menu Iniciar - que opera desde o Windows 95 - e colocando em seu lugar a "Tela Iniciar", uma interface com diversos atalhos para aplicativos, redes sociais, ou informações como a previsão do tempo. Essa mudança se deve ao fato da versão ser também pensada para ser sensível ao toque, e a ideia é que o usuário utilize a interface "Metro" como ponto de partida para qualquer atividade no sistema, seja ela em um desktop, notebook ou tablet.

Ao logar no Windows 8, a primeira coisa que o usuário vê é a interface Metro. Nela ele irá encontrar todos os aplicativos compatíveis com o novo sistema instalados, que vão desde a calculadora até o player de música.

O acesso à programas abertos, janelas e ao próprio desktop tradicional pode ser feito simplesmente posicionando o mouse nas extremidades da tela. No canto inferior direito, por exemplo, é possível visualizar o chamado "charm" - uma pequena barra lateral por onde se acessa as opções de usuário - como contas, redes, notificações e idiomas. Nela o usuário consegue compartilhar e buscar conteúdos e também configurar outros monitores e impressoras conectados.

Já no canto esquerdo da tela, será exibido um pequeno atalho para a interface Metro, caso algum outro programa esteja aberto no momento. E ao mover o mouse para cima ainda ainda na lateral esquerda serão exibidos todos os programas abertos, inclusive atalhos para a interface Metro e o desktop tradicional. Os tradicionais atalhos de teclado bastante utilizados, como o Alt + Tab, Alt + F4 e outros com o botão do Windows continuam tendo a mesma função.

O interessante é que a interface Metro é personalizável, permitindo alterar o tamanho dos blocos, desinstalar aplicativos ou removê-los da tela inicial. Além disso, ao clicar sobre algum bloco e arrastá-lo é possível colocá-lo em qualquer local desejado.

O Internet Explorer 10, em específico, já funciona em interface Metro. O navegador consegue ocultar barra de endereços e outros recursos e é capaz de funcionar em tela cheia. Além disso, o gerenciador de tarefas sofreu algumas mudanças. O Painel de Controle também chegou com novidades, como a capacidade de executar reinicializações rápidas sem afetar arquivos já abertos no computador.

A barra de buscas interna do sistema também foi reformulada. Então, quando o usuário quiser digitar alguma coisa para fazer buscas, por exemplo, ele encontrará filtros a fim de refinar as pesquisas e facilitar o acesso a aplicativos e documentos.

O sistema também traz embutido o suporte à conexão USB 3.0, o qual é 10 vezes mais rápido que o USB 2.0, padrão atual. Outra novidade está no suporte a arquivos ISO e VHD. O Windows 8 lê o conteúdo de arquivos ISO criando uma unidade de CD/DVD virtual. Arquivos VCH também podem ser lidos como uma unidade virtual de disco rígido.

Outra novidade está na rápida inicialização do SO. A ideia é cortar em até 70% o tempo gasto durante o boot do computador. Então, o processo de boot deve acontecer em aproximadamente 10 segundos. Isso porque o Windows 8 não desliga a base do sistema, apenas o mantém em estado de hibernação.

Por estar em fase beta, alguns recursos e programas do sistema operacional podem apresentar erros e lentidão. O Windows 8 Beta está disponível nos idiomas inglês, francês, alemão, chinês e japonês. A versão de 64bits tem 3GB. Já a de 32 bits, cerca de 2,5GB. Para instalá-lo é preciso ter um computador com, no mínimo, processador de 1GHz, 1GB de RAM, 16GB (32-bit) ou 20GB (64-bit) de espaço no HD e monitor com resolução mínima de 1024 x 768 pixels.


Windows 8 estará nas lojas até o fim de outubro

Por Adeline Daniele, de INFO Online  Segunda-feira, 09 de julho de 2012 - 12h38
 
São Paulo - A Microsoft anunciou que computadores com Windows 8 estarão disponíveis nas lojas até o fim de outubro.

De acordo com a vice-presidente corporativa do Windows, Tami Reller, a cópia da versão final do Windows 8 (chamada de Release to Manufacturing) será enviada aos fabricantes na primeira semana de agosto.

Em maio desse ano, a empresa havia disponibilizado a versão Release Preview do sistema operacional, que já vem com a maioria dos retoques para o lançamento oficial.
O anúncio foi realizado no Canadá por Tami Reller durante uma conferência para parceiros da Microsoft. A executiva também afirmou que a Microsoft está no "caminho certo" para terminar a cópia final do Windows 8 no início de agosto.

Atualização do Windows 8 Pro custará 80 reais

São Paulo - A Microsoft anunciou, hoje, que usuários do Windows 7, XP ou Vista poderão fazer upgrade para a versão mais completa do Windows 8 pagando 40 dólares por isso, ou o equivalente a cerca de 80 reais. O valor só será válido se o usuário comprar a chave que dá direito ao upgrade pela internet. Quem optar por comprar um upgrade para Windows 8 numa loja física pagará 70 dólares por isso. O valor do Windows 8 para quem não possui nenhuma licença anterior do Windows não foi revelado.

As ofertas estarão disponíveis em 131 mercados, incluindo o Brasil, para qualquer PC que esteja rodando Windows XP, Vista, ou Seven a partir do momento em que o Windows 8 for lançado. Os valores ficarão em vigor até o fim de janeiro de 2013, disse a Microsoft.
Usuários que compraram uma máquina com Windows 7 a partir de 2 de junho poderão fazer o upgrade para Windows 8 pagando 15 dólares.
De acordo com a Microsoft, o download do upgrade acompanhará um software para auxiliar o usuário a configurar o novo Windows, migrando seus arquivos, aplicativos e configurações pessoais no novo sistema. Embora toda atualização seja feita de modo online, o usuário que pagar pelo update poderá solicitar um DVD físico à Microsoft com uma cópia do Windows 8.