Magazine Luiza

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Eu Maior - Documentário Brasileiro



EU MAIOR traz uma reflexão contemporânea sobre autoconhecimento e busca da felicidade, por meio de entrevistas com expoentes de diferentes áreas, incluindo líderes espirituais, intelectuais, artistas e esportistas.  Um filme sobre questões essenciais e universais, numa época de grandes transformações e desafios, que pedem níveis mais altos de discernimento e consciência individual.
EU MAIOR está em pós-produção e será lançado em festivais de cinema, a partir de abril de 2013. Oportunamente, ele também poderá ser visto em DVD, TV e internet - onde a veiculação será gratuita.

Entrevistados

Com perfis bem distintos, os entrevistados têm em comum a disposição de compartilhar perguntas, respostas, e experiências de vida que ampliaram suas percepções de si e do mundo.

Araquém Alcantâra

Araquém Alcântara é um dos mais destacados fotógrafos em atividade no mundo, e apontado pela crítica especializada como um dos precursores da fotografia de natureza no Brasil. Já ganhou mais de 40 prêmios nacionais e internacionais, publicou mais de 30 livros fotográficos, além de dezenas de reportagens sobre a natureza. Seu trabalho, presente em importantes museus e galerias do mundo, é referência e fonte de inspiração para fotógrafos de todas as idades.

Ari Raynsford

Ari Raynsford é Doutor em Engenharia Nuclear e Mestre em Engenharia Mecânica pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), e Engenheiro Naval pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.  Estuda o Modelo Integral do filósofo americano Ken Wilber há vinte anos e trabalha há dez na sua divulgação, ministrando palestras e cursos, coordenando grupos de estudo, e traduzindo artigos e livros, como “Graça e Coragem”, “Boomerite”, “As Sete Faces de Ken Wilber”.  Ari também é um especialista em Spiral Dynamics, um fascinante modelo de percepção dos níveis da consciência humana. 
 

Bárbara Abramo

Formada em Ciências Políticas, Bárbara Abramo é astróloga profissional desde 1980.  Escreve o horóscopo diário do jornal Folha de S. Paulo, e o horóscopo mensal e a análise de conjuntura astral do portal UOL. Desde 2008 é colaboradora do site de relacionamento “Metade Ideal”.  Identificada com a corrente tradicional da astrologia, Bárbara pesquisa temas relacionados à teoria astrológica, enfocando sua utilização na análise da sociedade e do comportamento humano.


Benjamim Taubkin

Pianista, arranjador, compositor, curador e produtor musical, Benjamim Rafael Taubkin mora em São Paulo, mas viaja pelo mundo levando e buscando sons, misturando o tradicional com o contemporâneo. Criou e participa de diversos grupos instrumentais, como Orquestra Popular de Câmara (música brasileira), Moderna Tradição (choro), e América Contemporânea (música latina). Dirige a gravadora e produtora Núcleo Contemporâneo, voltada para a música instrumental brasileira, e a Casa do Núcleo, que hospeda oficinas e apresentações musicais de músicos de todo o mundo. 


Carlos Burle

Carlos Burle é considerado um dos maiores surfistas de ondas grandes da atualidade.  Foi em 2001, na Califórnia, quando surfou uma onda com 20 metros de altura, que o esportista começou a se destacar.  Também surfou a maior onda já fotografa no Backdoor de Pipeline, no Havaí.  Dentro do seu programa de treinamento, Burle conta com exercícios de força misturados com alongamento, apnéia, yoga e meditação.  Quando não está surfando, ou treinando, Burle dá palestras.  Avaliação de risco e superação pessoal são alguns dos temas que traz para o público, sempre ilustrando suas palavras com imagens de tirar o fôlego.


Flávio Gikovate

Médico psiquiatra com mais de 40 anos de experiência clínica, Flávio Gikovate já escreveu 30 livros sobre problemas relacionados com a vida afetiva e sexual.  Cerca de 8 mil pacientes já passaram pelo seu consultório. Mantém um programa semanal na rádio CBN, além de dar palestras e participar de programas de televisão.  Gikovate contesta o ideal do amor romântico em face do individualismo moderno, entendido não como egoísmo, e sim como autoconhecimento.  Em vez da “cara-metade”, devemos buscar a “alma-gêmea” – dois inteiros crescendo juntos, ao invés de duas metades.  No século 21, estar feliz e inteiro seria uma condição anterior ao encontro amoroso.


Gloria Arieira

Gloria Arieira é mestra em Vedanta e Sânscrito.  Estudou com Swami Dayananda em Mumbai, norte da Índia, tendo acompanhado o mestre em cursos, palestras e visitas a lugares sagrados. De volta ao Brasil, fundou a Vidya Mandir, instituição sem fins lucrativos que visa preservar a cultura e o conhecimento dos antigos Vedas e está focada no ensino de Vedanta e Sânscrito na lígua portuguesa.  Tradição clássica de conhecimento indiano, Vedanta significa "o conhecimento contido no final dos Vedas", e tem como principal objetivo o autoconhecimento. 
 

Greta Silveira

Greta Silveira nasceu Erasmo Silveira Neto em uma família de classe média. Em suas próprias palavras, foi uma criança comum e feliz. Adolescente, começaria a se distinguir pelos trejeitos assexuados, até descobrir-se transsexual. Abandonou a faculdade de letras, mas não o gosto por viajar e conhecer o mundo. Como Greta Star, atriz transformista, fez shows nas principais boates GLS do Brasil, apresentando-se também na Europa, Ásia e Estados Unidos. Portadora do vírus HIV assumida e consciente, Greta é diretora da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, que organiza a maior parada gay do mundo.
 

Kaká Werá

Índio de origem tapuia, escritor, ambientalista, conferencista e terapeuta social.  Kaká Werá Jecupé é fundador e presidente do Instituto Arapoty, organização voltada para a difusão dos valores sagrados e éticos da cultura indígena brasileira.  É membro do Colégio Internacional dos Terapeutas (CIT), empreendedor social da rede Ashoka, e conselheiro da Bovespa Social&Ambiental.  Desde 1998, leciona na Fundação Peirópolis e na UNIPAZ.  Já viajou e palestrou em diversos países, entre eles Inglaterra, Estados Unidos, Israel, Índia, Escócia, México e França, levando consigo a sabedoria dos povos ancestrais do Brasil. 
 

Laís Bodanzky

Laís Bodanzky é diretora de cinema e teatro. No teatro, dirigiu a peça Essa Nossa Juventude, de Kenneth Lonergan, e Menecma, de Bráulio Mantovani. No cinema, dirigiu três longa-metragens que foram muito bem recebidos pelo público e pela crítica: Bicho de Sete Cabeças (2001), Chega de Saudade (2008) e As Melhores Coisas do Mundo (2010). Ao lado do diretor e roteirista Luiz Bolognesi - com quem é casada e tem duas filhas - Laís realiza os projetos Cine Tela Brasil, Oficinas Tela Brasil e Portal Tela Brasil, que levam educação audiovisual para platéias e jovens de baixa renda de todo o Brasil.  


Leonardo Boff

Expoente da Teologia da Libertação, Leonardo Boff foi perseguido pelo Vaticano até renunciar às suas atividades de frade franciscano, em 1992.   É autor de mais de 60 livros nas áreas de Teologia, Espiritualidade, Filosofia, e Antropologia.  Professor de Ética, Filosofia da Religião e Ecologia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, foi professor-visitante na Universidade de Lisboa (Portugal), Salamanca (Espanha), e Harvard (EUA), entre outras.  Conferencista dos mais requisitados, já recebeu vários prêmios por sua luta em favor dos direitos humanos e do meio-ambiente, incluindo o Right Livelihood Award (2001).  
 

Letícia Sabatella

Letícia Sabatella é atriz. Desde 1990, quando despontou na televisão com a série “Os Homens Querem Paz”, atua em novelas, mini-séries, filmes, peças de teatro e até mesmo óperas. Seu ativismo político surgiu cedo na vida e foi reforçado pela companhia de pessoas como Frei Betto, Herbert de Souza e Leonardo Boff, que lhe mostraram a importância de usar o seu talento e fama para transformar a realidade do mundo. É presença constante em fóruns, levantando a voz em defesa dos direitos humanos e do meio ambiente.  

Marcelo Gleiser

Marcelo Gleiser é professor de física e astronomia no Dartmouth College (EUA). Há treze anos escreve uma coluna para a Folha de S. Paulo. Sua paixão pela ciência e a capacidade de explicar questões complexas de forma acessível para o público leigo são características marcantes dos sete livros que já escreveu - dois dos quais receberam o prêmio Jabuti. A série “Poeira das Estrelas”, que apresentou no programa Fantástico em 2006, trouxe novamente a marca de um cientista agnóstico ávido por compreender de onde viemos, e como tudo começou.
 

Marcelo Yuka

No dia 9 de novembro de 2000, Marcelo Yuka, então baterista da banda O Rappa, foi baleado com nove tiros em um assalto.  Desde então, iniciou-se um longo processo de transformação física, mental e espiritual.  Yuka deixou O Rappa e fundou uma banda e uma organização não governamental que compartilham o mesmo nome: F.U.R.T.O. (Frente Urbana de Trabalho Organizado).  Paralelamente à carreira musical, e ao ativismo pela transformação social, Yuka desenvolveu um grande interesse pelo autoconhecimento, que hoje é vivenciado principalmente por meio do yoga e da meditação. 


Márcio Libar

Ator e diretor teatral, Márcio Libar encontrou no palhaço sua fonte de inspiração e especialização. Deu início à carreira no teatro de rua. Anos depois criou o palhaço Cuti-Cuti, com o qual ganhou prêmios internacionais. Ministra cursos de preparação de atores e não-atores, como a oficina “A Nobre Arte do Palhaço”, título do livro que escreveu contando sua trajetória. Márcio gosta de dizer que encontrou na arte da palhaçaria não só uma profissão, mas um caminho para o autoconhecimento e uma filosofia de vida. Alem de artista, gosta de se definir como produtor de conhecimento, educador, e ativista de políticas públicas de cultura.


Marina Silva

Nascida em Rio Branco, Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima é uma ambientalista, historiadora, pedagoga e política brasileira. Em quase 30 anos de vida pública, ganhou reconhecimento dentro e fora do país pela defesa da ética, da valorização dos recursos naturais e do desenvolvimento sustentável. Marina foi vereadora, deputada estadual e senadora – eleita sempre com votações recordes – e Ministra do Meio Ambiente. Disputou as eleições presidenciais de 2010 e obteve 20 milhões de votos, o equivalente a mais de 19% dos votos válidos.


Mário Sérgio Cortella

Mário Sérgio Cortella é filósofo e doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde é professor-titular do Departamento de Fundamentos da Educação e da Pós-Graduação em Educação. Foi secretário municipal de Educação de São Paulo (1991-1992). É autor, entre outros livros, de “A Escola e o Conhecimento”, “Não Espere Pelo Epitáfio: Provocações Filosóficas”, “Não Nascemos Prontos!”, e “O que a Vida me Ensinou - Viver em Paz para morrer em Paz”. Durante onze anos foi o apresentador da série “Diálogos Impertinentes”, transmitida ao vivo em rede nacional pelas TV’s a cabo NET e STV (Sesc-Senac).


Monja Coen

Monja Coen Sensei é missionária oficial da tradição Soto Shu de Zen Budismo.  Foi ordenada monja em 1983.  Após viver 12 anos no Japão, retornou ao Brasil para liderar, durante 6 anos, as atividades no Templo Busshinji, sede da tradição Soto Shu na América do Sul.  Participa de diversas atividades públicas, incluindo encontros inter-religiosos, buscando promover o princípio da não violência e uma cultura de paz.  Monja Coen tem dois livros publicados com grande sucesso editorial: “Viva Zen”, e “Sempre Zen: Aprender, Ensinar e Ser”. 

Paulo Tarso de Lima

Paulo de Tarso Lima é médico cirurgião formado pela PUC-SP, com mestrado em medicina pela USP.  Graduou-se nos programas de Medicina Corpo-Mente da Universidade de Harvard, Redução de Estresse baseado na Meditação da Universidade de Massachusetts, e Medicina Integrativa da Universidade do Arizona.  Em 2009, lançou o livro “Medicina Integrativa – a Cura pelo Equilíbrio”.  Entenda-se por Medicina Integrativa uma abordagem médica orientada para a cura, abordando o paciente como um todo (corpo, mente e espírito).  Ela faz uso de todos os tipos de terapias consagradas cientificamente, sejam elas convencionais ou complementares.


Prem Baba

Sri Prem Baba (cujo nome significa Pai do Amor) é um mestre da linhagem Sachcha, da Índia, e também herdeiro de uma das tradições xamânicas das florestas brasileiras.  Trabalha para construir pontes entre a ciência e a espiritualidade, buscando a verdade e a transformação do mundo pelas práticas do amor e compaixão.  Desenvolveu um método de autodesenvolvimento que denominou O Caminho do Coração.  Sri Prem Baba nasceu no Brasil, onde passa alguns meses do ano em seu Ashram em Nazaré Paulista (SP).  O resto do tempo ele passa no Sachcha Dham Ashram, na Índia, e em diversos centros que se desenvolveram pelo mundo em torno da sua mensagem. 
 

Professor Hermógenes

Filósofo, poeta, escritor e terapeuta, José Hermógenes de Andrade Filho, mais conhecido como Professor Hermógenes, é o mais respeitado professor e divulgador brasileiro de Hatha Yoga. É Doutor em Yogaterapia, título concedido pelo World Development Parliament, da Índia. Após superar sérios problemas de saúde com o auxílio do Yoga, na década de 60, o Professor escreveu o livro "Autoperfeição com Hatha Yoga", ainda hoje seu maior sucesso editorial. A esse livro seguiram-se outros 30, além da tradução de 6 volumes de cunho filosófico e espiritualista.   

Ricardo Lindemann

Bispo pela Igreja Católica Liberal e mestre em Astrologia, Ricardo Lindemann é formado em Engenharia Civil e Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.  É o atual presidente da Sociedade Teosófica no Brasil, por meio da qual ministra cursos e palestras por toda a América Latina, EUA, Inglaterra, França e Índia.  A Sociedade Teosófica, cujo lema é “não há religião superior à verdade”, tem como objetivos formar um núcleo de fraternidade sem distinção de raça, credo, sexo, casta ou cor; encorajar o estudo da religião comparada, filosofia e ciência; e investigar as leis inexplicadas da natureza e os poderes latentes no homem. 

Richard Simonetti

Richard Simonetti atuou durante 36 anos como Presidente do Centro Espírita Amor e Caridade, de Bauru, entidade que realiza amplo trabalho de divulgação da Doutrina Espírita e exercício da filantropia, com 800 voluntários e atendimento de 25 mil pessoas carentes, anualmente.  Richard é um respeitado intelectual que se dedica a pensar temas universais sob a ótica espírita.  Possui mais de quarenta livros publicados, com tiragem total superior a dois milhões de exemplares, alguns deles com versões em inglês, francês e italiano.  Palestrante dos mais requesitados, também é colaborador assíduo de jornais e revistas espíritas, notadamente "O Reformador", "O Clarim", e "Folha Espírita".  
 

Roberto Crema

Antropólogo e psicólogo do Colégio Internacional de Terapeutas, Roberto Crema é Reitor da Unipaz - Universidade Internacional da Paz.  Na Universidade Holística Internacional de Brasília, implementou o curso de formação holística de base, além de orientar o curso de Psicologia Transpessoal.  Pioneiro da transdisciplinaridade, Roberto viaja pelo Brasil e pelo mundo dando cursos e proferindo palestras sobre a importância da abordagem holística.  É autor de diversos livros, tais como “Introdução à Visão Holística”, “Visão Holística em Psicologia e Educação”, e “Saúde e Plenitude: um Caminho para o Ser”.
 

Rubem Alves 

Rubem Alves  é educador, poeta, filósofo, psicanalista, cronista, ensaísta, teólogo e acadêmico. Sua obra explora a essência do homem e a alma do ser, servindo de contraponto à visão do homem globalizado que busca satisfazer desejos e vive além de suas reais necessidades.  Professor emérito da UNICAMP, tem um grande número de publicações, tais como crônicas, ensaios e contos, além de ser ele mesmo o tema de diversas teses, dissertações e monografias. Sua obra – são mais de 70 títulos – tem como eixo central a educação, e já foi publicada em vários idiomas, como inglês, francês, italiano, espanhol e alemão.   

Sônia Café

Graduada em Letras pela UFBA, Sônia Café foi consultora editorial da Editora Pensamento-Cultrix durante 20 anos, tornando-se uma profunda conhecedora da literatura mundial voltada para o desenvolvimento da consciência humana.  Como escritora, tem livros publicados em diversas línguas, entre eles “Meditando com os Anjos”, e “O Livro das Atitudes”.  No início dos anos 80, participou da criação da Uniluz, centro de vida espiritual e educação holística localizado em Nazaré Paulista, hoje transformado em Universidade da Luz.  Sônia é a atual presidente do Conselho Geral da Uniluz.  
 
 

Tatiana Clauzet

Tatiana Clauzet nasceu em São Paulo em 1980. É a entrevistada mais jovem do documentário EU MAIOR. Pintora autodidata, faz parte de uma nova e promissora geração de artistas influenciados pelos desafios e valores do novo milênio. Montou seu ateliê em meio à Mata Atlântica, onde busca inspiração para desenvolver um trabalho focado na relação espiritual entre o homem e a natureza. Suas pinturas já participaram de exposições dentro e fora do Brasil, e ilustraram revistas e outros veículos de comunicação.
 

Vanete Almeida

Vanete Almeida era pernambucana, mulher negra e sertaneja, como costumava se definir. Viveu na comunidade de Jatiúca no semiárido pernambucano. Seu trabalho com mulheres rurais teve início na década de 1980, quando saía de casa de madrugada e percorria 30 quilômetros de carona em caminhões com um único objetivo: conscientizar mulheres de seus direitos, quebrando séculos de repressão. Vanete faleceu em 2012, deixando uma história de vida dedicada às causas sociais. Em 2009 foi agraciada com o prêmio TRIP Transformador Social.
 

Waldemar Falcão

Escritor, músico e astrólogo, Waldemar Falcão sempre atuou em várias frentes.  No início dos anos 70 trabalhou como ator no musical "Hair", para em seguida enveredar pela música popular como produtor musical e flautista.  Astrólogo de formação humanista, desde 1987 atua no meio astrológico e espiritualista, participando de congressos, escrevendo artigos para publicações especializadas, e desenvolvendo um trabalho de aconselhamento e consultoria com amplo reconhecimento.  Em 2005 lançou seu primeiro livro, “Encontros com Médiuns Notáveis”, seguido de “O Deus de Cada Um”, em 2008.
 
 

Waldemar Niclevicz

Primeiro brasileiro a escalar o Monte Everest, Waldemar Niclevicz também foi o primeiro (e único) brasileiro a escalar o K2, considerada a montanha mais difícil do mundo, e os Sete Cumes do Mundo (a maior montanha de cada um dos continentes).  Tem dois livros publicados; “Everest, o Diário de Uma Vitória”, e “Um Sonho Chamado K2”.  Em cada desafio, além da oportunidade de superar suas limitações individuais, Waldemar busca um contato mais íntimo com a natureza, e a cultura dos povos que habitam o planeta.