Magazine Luiza

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Jogos para Tablets (Reportagem do Estado de Minas)

Habilidade para ganhar 
Jogos que exigem paciência e raciocínio fazem sucesso nos tablets e tornam-se os primeiros em vendas. O Informátic@ selecionou os melhores nessa categoria


Publicação: Jornal Estado de Minas  05/01/2012 - Caderno de Informática - Reporter Ataide de Almeida Jr.
 

Mais de 500 mil tablets foram vendidos no ano passado, segundo a consultoria IDC. São 100 mil a mais do que a empresa havia previsto para 2011. E quem já comprou um quer mesmo é aproveitar as funcionalidades da prancheta digital e, por que não, se divertir com os milhares de jogos disponíveis nas lojas on-line dos fabricantes. Uma das categorias mais procuradas são as que testam a habilidade, a paciência e a inteligência dos jogadores. O game Flight control HD, da Firemint, por exemplo, já foi comprado por mais de 4 milhões de pessoas. O Plant vs zombies rendeu US$ 1 milhão em apenas nove dias de vendas e o Fruit ninja foi baixado mais de 10 milhões de vezes. Para aproveitar ainda mais esse filão, as produtoras de jogos lançam sequências com poucas mudanças, mas que continuam fazendo sucesso. O melhor exemplo é o divertido Cute the rope, que com o sucesso da versão original ganhou a versão Cute the rope: experiments. Basicamente, trata-se do mesmo jogo, mas desta vez a ação se passa em um laboratório e oferece ao jogador algumas novas interações e mais fases para pensar. Para você que está de férias ou quer aproveitar o tempo livre e se divertir com seu tablet, o Informátic@ selecionou cinco jogos que exigem raciocínio e muita paciência para cumprir todos os desafios. Aproveite!

Flight control HD dá ao jogador a oportunidade de controlar o caos aéreo: virtual imita realidade  (Reprodução de tela)
Flight control HD dá ao jogador a oportunidade de controlar o caos aéreo: virtual imita realidade

DIVIRTA-SE
Fruit ninja HD

A dinâmica do game é bem simples: as frutas são jogadas para cima e o jogador deve cortar o máximo de unidades possíveis em menos tempo para que seja considerado o grande ninja. Mas cuidado com as bombas e não deixe que as frutas caiam sem serem trituradas. Se isso ocorrer perde-se uma vida (são três ao todo no modo clássico). À medida que o tempo passa, é preciso concentração, pois um número maior de frutas é lançado e as bombas ficam cada vez mais camufladas no meio delas. Além do modo clássico, o game tem as versões zen e arcade. Na primeira, não há bombas, nem vidas e o jogador deve cortar o máximo de frutas em apenas 90 segundos. Já no arcade, são 60 segundos, mas com algumas peripécias pelo caminho, como as bombas que deixam tudo mais lento ou mais rápido. Não deixe de experimentar o modo multiplayer com tela dividida ou on-line. Afie os dedos e comece a jogar.
» Produção e desenvolvimento: Halfbrick
» Disponível para iOS, Nokia, Windows Phone e Android
» Número de jogadores: 1 (single-player), multiplayer (split screen ou on-line)
» Preço: US$ 2,99 (iOS)

Plant vs Zombies HD
De repente, algo estranho acontece no mundo: um ataque de zumbis muito loucos tem causado desordem por onde passam. O lugar mais seguro para se esconder é em casa. Mas, mesmo assim, é preciso garantir a defesa do local, atacado por hordas que, volta e meia, aparecem no jardim. Para garantir a proteção, nada melhor do que comprar umas plantas que atiram sementes matadoras ou que explodem ao entrar em contato com o inimigo. Pode parecer absurdo, mas essa batalha do jogo Plant vs Zombies tem feito uma legião de fãs pelo planeta. A jogabilidade é um dos melhores atributos do game. Basta armar uma boa estratégia para defender seu lar, dentre os mais de 50 tipos de plantas disponíveis. Claro que o lado oposto também se arma e há pelo menos 26 zumbis prontos para atacar. À medida que se passa de fase, a dificuldade aumenta e o tempo para se proteger diminui. São três cenários: o jardim, a piscina e o telhado. O último é onde está o Dr. Zumbonzão, que iniciou toda essa confusão na Terra.
» Produção e desenvolvimento: PopCap Games
» Disponível para PC, Mac, iOS, Android, Kindle, Windows Phone, Nintendo DS e Xbox 360
» Número de jogadores: 1 (single-player)
» Preço: US$ 6,99

Flight Control HD
O game da Firemint Pty chega próximo à realidade, principalmente, a brasileira, ao dar ao jogador a possibilidade de controlar um caos aéreo. São 10 fases – incluindo uma que precisa de óculos 3D daqueles com uma lente vermelha e outra azul – com diferentes níveis de dificuldade. O objetivo é pousar os aviões nas respectivas pistas sem que se choquem. À medida que as aeronaves chegam ao solo, a pontuação vai aumentando. A tela principal do game traz o maior número de pontos do jogador e o recorde de aviões que apareceram na tela ao mesmo tempo. A jogatina multiplayer é aconselhada para dar mais emoção ao jogo. Ela pode ser feita com o display dividido, em iPads diferentes – desde que estejam na mesma rede sem fio – ou on-line por meio do Game Center da Apple. O único ponto fraco do jogo é o som. Quando duas aeronaves estão próximas do choque, o sistema emite um alerta que nem sempre é útil e pode distrair o jogador.
» Produção e desenvolvimento: Firemint Pty
» Disponível para iOS
» Número de jogadores: 1 (single-player) e multiplayer (local, on-line e split screen)
» Preço: US$ 4,99

Jenga HD
O desafio de retirar uma peça de madeira e manter a torre de blocos em pé saiu do mundo real e tornou-se um jogo para tablets. O Jenga, lançado pela Natural Motion Games para iPad, facilitou a vida dos jogadores, que agora não precisam mais empilhar tudo de novo para continuar a jogatina. Para quem nunca jogou, o objetivo é bem simples: retirar uma peça sem que se derrubem todas as outras. E para isso é preciso paciência e muito cuidado. À primeira vista parece que a tarefa vai ser bem difícil de ser cumprida em uma tela touchscreen. No entanto, para facilitar, o jogo traz por meio de cores as peças mais fáceis (brancas e rosas) e as mais complicadas (vermelhas) de serem retiradas. No começo da partida, toque em uma delas e empurre ou puxe levemente. As versões arcade, pass and play e on-line oferecem a opção multiplayer e deixam o game mais desafiador.
» Produção e desenvolvimento: Natural Motion Games
» Disponível para iOS
» Número de jogadores: 1 (single-player), multiplayer (on-line)
» Preço: US$ 0,99

Cut the rope: experiments HD
Aproveitando o sucesso do primeiro jogo, a ZeptoLab lançou a versão experiments para tentar responder à pergunta: o que realmente é um Om Nom? É por esse nome estranho que é conhecido o personagem principal do game, um ser verde que adora doces. Desta vez, o Om Nom está sendo estudado em um laboratório. Para auxiliar nas pesquisas, o jogador deve – assim como no original – fazer com que o alienígena chegue até os doces. São mais de 125 níveis que devem garantir muito entretenimento. Novos elementos para levar o doce até Om Nom também foram adicionados. Agora, é possível utilizar atiradores de cordas e copos de sucção. O game ganhou também uma nova trilha sonora e efeitos de som, o que deixa a experiência mais interessante. Ao passar por alguns desafios, o jogador ganha fotos que podem ajudar a desvendar a pergunta inicial, além de conhecer um pouco da história de Om Nom.
» Produção e desenvolvimento: ZeptoLab UK Limited
» Disponível para iOS e Android
» Número de jogadores: 1 (single-player)
» Preço: US$ 1,99